© 2019 by Festival Lacração - Arte e Cultura LGBTI+

Geovanni Lima

Coordenador Geral

Bixa Preta e Gorda. Artista e Performer; Mestrando em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP; Licenciado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) com bolsa FAPES de Iniciação Científica – UFES. Membro do grupo de pesquisa CNPq/UFES: Diálogos entre Sociologia e Arte /DISSOA. Atualmente desenvolve pesquisas ligadas ao corpo como interface política, sobretudo corpos negros, gordos e LGBTI+. Com relação à produção em poéticas visuais apresentou trabalhos de performance, vídeoperformances e desmontagens poéticas em exposições, seminários e festivais como: ruido&gesto (2016), Rio Grande (RS); XOQUE – Mostra de Arte da Guerra (2016), Florianópolis (SC); Interfaces Internacional (2015), Uberlândia (MG); Corpus Urbis, (2017) Macapá (AP); Residência e Festival Corpus Urbis (2018), Oiapoque (AP); Festival SESC Aldeia Ilha do Mel (2017, 2018) Vitória (ES). É um dos idealizadores do projeto PERFORME-SE – Festival de Performance (2015, 2017). Coordenador na produtora Lima&Silva e integrante da Diretoria do Instituto Arte da Rua

Vivian Cunha

Produtora Executiva

Bailarina, educadora social e produtora cultural, graduada em Administração com formação no curso de Qualificação Profissional em Dança Contemporânea pela FAFI (2014). Iniciou sua formação profissional e seus estudos na área da dança no projeto Circuito Cultural em Vitória-ES, onde participou de oficinas. Integrante do grupo de Danças Urbanas feminino Conexão Flow, do Coletivo Corpus Kardia de Dança Contemporânea  e da Cia de Dança Afro Negraô. Na área de produção integra a Lima&Silva produções, Instituto Arte da Rua e a organização UDES - União de Dançarinos do ES. Atualmente pesquisa a dança urbana jamaicana Dancehall, e tem participado  de oficinas e workshops nacionais como o  Congresso Dancehall Brazil (SP), Dancehall Brazil Weekend (GO), dentre outros  e internacionais como o  evento  Dancehall Master World em Lima no Peru, onde teve a oportunidade de fazer aulas com professores jamaicanos.

Fred Farias

Direção de Criação

Iniciou sua trajetória como produtor cultural em 2014 com o coletivo juvenil independente Tercetos, onde realizou o primeiro Sarau Itinerante de Vila Velha-ES, o Cineclube Olhares. Ministrou Oficinas de Literatura e organizou diversos Sarais para as alunas do EJA do Centro de Detenção Provisória Feminino de Viana. Entre os anos de 2015 e 2016 integrou o coletivo Batalha da Ponte. Em 2016 ocupou a cadeira de Conselheiro de Movimentos Artísticos e Culturais do COMJUVV (Conselho Municipal da Juventude de Vila Velha-ES) e trabalhou como educador no Centro de Referência da Juventude - CRJ em Vitória. Técnico em Multimídia e graduando em Pedagogia pela Universidade Federal do Espirito Santo - UFES, atualmente coordena o Projeto Social CAJUN, no bairro Romão, Vitória-ES. Atua como fotografo, designer e videomaker. Integra a equipe da produtora Lima&Silva e do Instituto Arte da Rua, além de ser ativista e difusor da cultura Hip Hop atuando como  Graffiteiro.

Juliano Eliseu (Bboy Chapolin)

Produtor

Bboy, Licenciado em Pedagogia, Coordenador da Cia Underground Funkers, Presidente do Instituto Arte da Rua, Coordenador da União de Dançarinos do Espirito Santo -UDES. Atualmente é produtor Cultural na Lima&Silva Produções e educador social no CRAS Resistência, Vitória - ES. Coordena os seguintes  eventos: Encontro de Danças Urbanas, Encontro de Hip Hop: Formação e Cypher e Diálogos do Corpo Negro.

Paula Barbosa

Direção de Fotografia

Bacharel em Fotografia pela Universidade Vila Velha - UVV, graduanda em Artes Visuais na Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. Atualmente é diretora de Fotografia da Lima&Silva Produções e Fotografa/Produtora Cultural do Instituto Arte da Rua. Propositora das oficinas de oficinas de Arte-educação como  "Corpo e Movimento” e o “O Corpo e a Cidade”, ambas promovidas pelo Núcleo de Artes Visuais e Educação do Espírito Santo - NAVEES.